26 de mai de 2013

Resenha - A Crônica do matador do Rei,1º e 2º dias

Oi gente,olha eu de novo com mais uma resenha literária pra vocês,hoje vou falar  que recebi da nossa querida parceria Editora Arqueiro,confirma e não esqueçam de comentar.

1º DIA

Titulo: O Nome do Vento (a crônica do matador do Rei)
Autor: Patrick Rothfuss
Editora: Arqueiro
Páginas: 656

sinopse: Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.
Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. 
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. 
Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

 Esse livro com toda certeza é um dos melhores que li esse, e pra quem ainda não leu esse livro,um aviso,essa resenha contém spoiller

“O Nome do Vento” é o primeiro de uma trilogia chamada “A Crônica do Matador do Rei” onde Kvothe (ou Kote) conta a um cronista sua história em três dias,sendo que cada livro relata um dia.

Kote é um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso,lá ele vive uma vida pacata,até que aparece na cidade um cronista que descobre sua verdadeira identidade e o convence a contar sua própria história,e assim se desenrola o livro.

Ele conta sobre  a sua infancia com seus pais em uma trupe de artistas nômades chamada Edna Ruh (uma espécie de ciganos) onde conhece um Arcanista com o poder de nomear as coisas, e de quem Kvothe  se torna aprendiz.

Mas certo dia Abenthy (o Arcanista)  deixa a trupe ,e Kvothe tem que continuar a estudar sozinho,certa noite seus pais cantam uma canção sobre o Chandriano (7 entidades demoniacas) e o mesmo se manifesta e mata a todos,e o único sobrevivente é Kvothe.

O livro é grande,são 650 páginas de historia e nesse conteúdo ocorre de tudo,tem algumas partes que a leitura se arrasta um pouco,mas não desistam,pois o desenrolar dos acontecimentos torna o livro impossivel de se largar. Kvothe é simplesmente apaixonante.

Esse livro foca bastante em todo drama que foi a vida de Kote desde a perda de seus pais até a sua busca por vingança, passando por todas as dificuldades até chegar a universidade, que é uma escola de magia, mas por favor não confundir ou comparar com Hogwarts, porque lá não se estuda magia propriamente dita, e sim a arte das simpatias feitas através de conexões com os vários elementos.

A narrativa é lenta mas perfeita e os personagens principais muito bem construídos, e todos com sua parcela de importância na historia, não encontrai grandes problemas com a gramatica, poucos erros, nada que comprometa a historia em geral.

2 º DIA

Titulo: O Temor do Sábia (a crônica do matador do Rei)
Autor: Patrick Rothfuss
Editora: Arqueiro
Páginas: 960

sinopse: Quando é aconselhado a abandonar seus estudos na Universidade por um período, por causa de sua rivalidade com um membro da nobreza local, Kvothe é obrigado a tentar a vida em outras paragens. Em busca de um patrocinador para sua música, viaja mais de mil quilômetros até Vintas. Lá, é rapidamente envolvido na política da corte. Enquanto tenta cair nas graças de um nobre poderoso, Kvothe usa sua habilidade de arcanista para impedir que ele seja envenenado e lidera um grupo de mercenários pela floresta, a fim de combater um bando de ladrões perigosos. Ao longo do caminho, tem um encontro fantástico com Feluriana, uma criatura encantada à qual nenhum homem jamais pôde resistir ou sobreviver – até agora. Kvothe também conhece um guerreiro ademriano que o leva a sua terra, um lugar de costumes muito diferentes, onde vai aprender a lutar como poucos. Enquanto persiste em sua busca de respostas sobre o Chandriano, o grupo de criaturas demoníacas responsável pela morte de seus pais, Kvothe percebe como a vida pode ser difícil quando um homem se torna uma lenda de seu próprio tempo.

“O Temor do Sábio” é o segundo da trilogia  “A Crônica do Matador do Rei” onde Kvothe (ou Kote) conta a um cronista sua história em três dias,sendo que cada livro relata um dia.

Tambem narrado em primeira pessoa, O Temor do Sábio é um livro muito intenso, muito rico em detalhes, o que tornou ele bastante grande. São 960 muito bem escritas. onde vemos muitas coisas acontecerem na vida de Kote, nesse livro. Nesse segundo dia de relatos, vemos um Kvothe mais maduro, mais vivido, com mais bagagem.

Nesse livro Patrick Rothfuss mais uma vez dá um show, a narrativa é um pouco lenta e quase poética, mas fácil e descomplicada, e o universo criado por ele ganhou novos cenários e dimensões muito maiores, viagens do Kvothe a lugares distantes com pessoas novas e vivendo novas e excitantes situações, principalmente com Dena por quem ele tem uma paixão recolhida.

 Porque como Kvothe é uma lenda em seu próprio tempo, ele ouve muitas variações de sua própria história, pois ninguem sabe realmente quem ele é, não sabem o que realmente aconteceu com ele, e o que é mentira ou verdade sobre ele. E por isso resolve relatar tudo ao cronista.

Muita coisa que nesse livro parece não ter importância, lá na frente farão todo sentido, muitas pessoas tem suas teorias sobre os motivos de Kvothe ter simulado seu próprio desparecimento e ter se tornando Kote um simples hospedeiro, enquanto sua lenda se espalha pelo mundo a fora. Mas creio tudo será elucidado no terceiro livro.  Eu mesma tenho a minha própria teoria, mas isso é um assunto que para um outro post.

O que me frustra um pouco muito nessa série é o fato do autor ainda nem ter terminado o terceiro livro, mas algumas pessoas dizem que o próximo será lançado em 2014, esperamos que seja verdade pois ainda há muitas pontas soltas que certamente se esclarecerão no terceiro livro, então estamos aguardando que o Sr. Patrick Rothfuss tenha pena de nós e venha com um livro que feche essa ótima série com chave de ouro. 
Queremos o terceiro dia já! (por mim haveriam o 4º dia, o 5º dia, o 6º...)

Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Já ouvi falar muito bem desse livro já anotado na minha lista de desejados!

    Beijos

    Andressa
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com muita vontade de ler, vou passar logo menos em um livraria, e já garantir os meus.!
    muito boa as resenhas.

    BeijO :*
    Vem conferir os meus batons da Vult
    Blog Luanna Ravanelli

    ResponderExcluir
  3. Oi, linda!
    Seu blog está um charme, hein?
    Adoreeiii!!

    Estou tentando voltar com o meu aos pouquinhos... Vamos ver se dar certo, né? rsrs..

    Dê uma passadinha por lá também! :D
    Se gostar, dê-me uma forcinha curtindo a página do Glamour Feminino no Facebook e seguindo o blog! (Se você já não faz isso!)

    Aguardo a sua visitinha! ^^

    Beijos,
    Renatinha Araújo.

    Blog: Glamour Feminino
    Twitter: @Blog_GF
    Facebook: Glamour Feminino

    ResponderExcluir
  4. Vou adquirir o livro, fiquei curiosa. bjs do ♥
    www.adrythamy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Comecei a ler esta trilogia faz uma semana, depois de devorar a Saga do Tigre completa em 20 dias... sempre que termino uma série fico órfã e procuro outra substituta kkkk. Bom, li apenas algumas páginas, mas o que pude perceber é que a narrativa se conduz facilmente. É um livro fácil de ler. Eu começo e esqueço de parar. Como sou viciada em terminar logo toda a série, vou ter que ir devagar nesta, pois o terceiro livro ainda não foi publicado... mas é ótimo. Acho que vou reler os tigres junto, assim alterno os dois e prolongo a nova leitura.

    ResponderExcluir

 

Todos os direitos reservados ©2010 - 2012
Powered Blogger